Cada vez mais o futebol europeu é rodeado por milhões de dólares, investimentos esses feitos por bilionários que comparam um clube ou parte das ações. Clubes como Chelsea e Manchester City, da Inglaterra, e Paris Saint-Germain, da França, são os maiores exemplos da atualidade.

Em 2021, o PSG contratou Messi para atuar ao lado de Neymar e Mbappé. Já o Chelsea, atual campeão da Liga dos Campeões da Europa, investiu mais de 100 milhões de dólares para a temporada, assim como o Manchester City, atual campeão inglês.

Esse investimento pesado tem gerado dor de cabeça para gigantes do futebol como Real Madrid e Barcelona, que não são comandados por um bilionário. Os espanhóis, por exemplo, enfrentam uma crise financeira.

Confira os bilionários dos clubes do futebol: