Frank Williams morreu, no último domingo, aos 79 anos. Piloto frustrado, ele mudou de carreira, virou empresário e fundou a Williams, que se tornou uma das principais equipes da história da Fórmula 1. A causa da morte do britânico não foi divulgada.

A escuderia viveu seu auge entre os anos 1980 e 1990 e não vê um piloto vencer um Grande Prêmio desde 2012. A sua equipe ganhou nove mundiais de construtores, ou seja, a somatória de pontos dos dois pilotos. Falando em pilotos, eles ganharam sete títulos com carros da Williams. Uma dessas conquistas veio com o brasileiro Nelson Piquet, em 1987. Senna é outro que correu pela escuderia, mas ele faleceu em 1994, durante um GP na Itália.

Relembre a trajetória dele e da escuderia